sexta-feira, 28 de abril de 2017

Será que isso explica o PARÁ disparado no FNO?

Na ALEAM, os deputados Luiz Castro e Dermilson Chagas acompanham, de perto, as ações do Banco da Amazônia. Então, vai mais essa notícia que vem do Pará. No Amazonas, em que município aconteceu a primeira Rota do FNO? ou estamos fora da ROTA?  Pelo números do FNO já divulgados neste espaço acho que estamos FORA DA ROTA.

FAS realiza Chamada Pública de Projetos Produtivos Sustentáveis




ADS divulga preço e local para comprar o melhor ABACAXI do BRASIL

Apesar da pequena escala, mas já temos abacaxi orgânico sendo cultivado. Um bom avanço! Também temos o convencional sendo produzido atendendo todas as recomendações técnicas, e onde é identificado que isso não vem ocorrendo, percebo grande esforço para reverter essa situação. O fortalecimento do IDAM é chave para acelerar esse processo. O SEBRAE, e outras entidades, também tem atuado nessa direção, principalmente em Novo Remanso.

Macaulay e Daniel, jamais desistam da ONISAFRA

Já conversamos em várias oportunidades, e certamente vcs já conhecem meu posicionamento. Portanto, sei que o caminho é complexo por vários motivos, mas jamais desistam dessa boa ideia que reúne todas as condições para atender o desejo dos idealizados (Macaulay e Daniel), assim como produtores e consumidores. Persistência é a palavra chave para o sucesso...eu acredito!


Ivo Calado e Ramonilson em Maraã

SEPROR e ADS, Ivo Calado e Ramonilson, foram recebidos pelo prefeito de Maraã, Magno Moraes. Em pauta, colocar pra funcionar a salgadeira de pirarucu manejado que existe no município. Acredito que a estrutura, objeto desse encontro, seja a da foto, abaixo. Votos de sucesso a essa nova tentativa de beneficiar o pescador artesanal/manejador do pirarucu. Por falar em pirarucu e manejador, lembro que, até hoje, não conseguimos incluir o pirarucu de manejo na PGPMBio. O governador Melo precisa entrar em ação com seus aliados...

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Nem com essa CLAREZA de DECLÍNIO somos OUVIDOS...

Peguei esse gráfico no facebook do deputado Dermilson Chagas. Com todas essa CLAREZA de declínio nossas autoridades não priorizam o setor primário do Amazonas, não fortalecem o IDAM (que é o primeiro passo). Até quando?

Artur, Rotta, Marcos Santos e Elizabeth Valeiko NÃO podem permitir que isso continue.....

Na última segunda-feira (24), o SESC inaugurou o Banco de Alimentos do Programa Mesa Brasil, uma excelente estrutura dotada de todas as condições de resolver, ou pelo menos amenizar/reduzir, o problema levantado pelo Jornal DIÁRIO DO AMAZONAS que identificou o inaceitável desperdício diário de 95 toneladas de alimentos das feiras de Manaus. É evidente que Rotta, Artur, Marcos Santos e Elizabeth Valeiko NÃO vão permitir que isso continue, principalmente sabendo que Manaus tem 100 mil pessoas passando fome. Além do jornal Diário do Amazonas, a UNINORTE, sob o comando do professor Carlos Henrique, já comprovou esse absurdo desperdício nas feiras de Manaus e na central de distribuição do Mauazinho. Esse trabalho da UNINORTE foi apresentado na Comissão de Meio Ambiente da ALEAM, presidida pelo deputado Luiz Castro. Enfim, o prefeito Artur deveria sentar, urgentemente, com o SESC (Programa Mesa Brasil), aproveitando a estrutura recentemente inaugurada para criar um arranjo pra acabar com essa imoralidade. A foto, abaixo, com mamão indo para o lixo não tem outra denominação a ser dada do que "imoralidade" por termos 100 mil passando fome na capital. Essa união, parceria, poderia ficar, perfeitamente, na estrutura que está sendo criada, e que vai ficar sob o comando da primeira-dama, Sra. Elizabeth Valeiko. Seria uma AÇÃO SOCIAL de grande relevância...


Professor Néliton apresenta caminhos para elaborar DIAGNÓSTICO sobre o uso de agrotóxicos no AM

Professor Néliton, da FCA/UFAM, apresentou um breve roteiro com questionamentos que servirão de ponto de partida para a construção do primeiro diagnóstico sobre o uso de agrotóxicos no Amazonas. É de extrema importância esse diagnóstico fundamentado para sairmos do "achismo" e, a partir daí, buscar caminhos para uma alimentação saudável, seja a convencional, orgânica ou agroecológica. Tenho sempre dito que a produção orgânica é tendência mundial irreversível, mas discordo totalmente em demonizar o produtor rural que utiliza produtos químicos autorizados pelos órgãos competentes e seguindo as recomendações do receituário agronômico por diversas razões. Produzir alimentos convencionais atendendo a legislação e abrir caminhos para a produção orgânica/agroecológica  crescer em maior velocidade são, no meu entendimento, objetivos do Fórum Amazonense. Gostei muito da manifestação do Néliton, tratando o tema com equilíbrio, mas focado em colher dados estratégicos, concretos e fundamentados. Será um grande passo!

Rui Félix e Fabiana assumem o CONSEA do Amazonas

Na última segunda-feira (24), Rui Félix voltou a assumir a presidência do CONSEA/AM (Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional). A nova direção do CONSEA também vai contar com o apoio e dedicação da Fabiana Alencar Saunier, da SEJUSC. Sucesso aos DOIS, e a TODOS os Conselheiros. O Amazonas precisa da continuidade dos trabalhos do CONSEA. É importante, necessário e imprescindível. 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Prefeitura e Incra vão instalar Sala da Cidadania para atender assentados

Trabalhar a regularização fundiária, encaminhar e resolver problemas crônicos dentro do Projeto de Assentamento Vila Amazônia que vão desde os trabalhos de campo até a emissão de declarações para acesso ao crédito é o objetivo da Sala da Cidadania que será instalada no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), em Parintins, numa parceria da Prefeitura, por meio da Secretaria de Pecuária, Agricultura e Abastecimento (SEMPA) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA).

A novela do TERMINAL PESQUEIRO tem mais um capítulo nesta QUINTA


Nesta quinta (26), dessa vez na Câmara Municipal de Manaus, novamente o Terminal Pesqueiro de Manaus entra em discussão. Não existe outra expressão, é simplesmente "imoral" essa novela não ter FIM. Esse patrimônio público precisa, URGENTEMENTE, entrar em operação para beneficiar o PESCADOR ARTESANAL, CONSUMIDOR e COMPRAS PÚBLICAS. Esse entrave já passou pelo Serafim, Amazonino e Artur sem qualquer solução. Até quando?
A Audiência Pública vai acontecer na Câmara Municipal de Manaus, 10h.
Será que a Audiência vai realmente encontrar caminhos para solucionar esse impasse de DÉCADAS ou será palco das eleições de 2018?

Compras Públicas de Indígenas em debate no MPF/AM

Nesta quarta (26), no MPF/AM, aconteceu mais um encontro para viabilizar caminhos para que as compras públicas possam beneficiar a tradição indígena de produção e consumo. Já existe um amparo legal para que isso ocorra, mas ainda não é considerado pelos órgãos compradores acredito que por desconhecimento, demanda  e de diálogo. Contudo, o MPF/AM vem construindo caminhos para que PAA e PNAE possam comprar alimentos de comunidades indígenas (com DAP) para destinação exclusiva nas escolas indígenas. O encontro de hoje contou com servidores sensíveis da ADAF, GABINETE CIVIL, MAPA/SFA/AM, FVS, MPF e CONAB o que tornou o encontro bem proveitoso e com encaminhamentos definidos.
Entendo que as entidades que representam as comunidades indígenas devam apresentar demandas qualificadas (produto, quantidade, nome do produtor, DAP) ao PAA, PNAE e PREME.
Dessa forma, o processo de compra fica mais facilitado, principalmente para produtos que não são processados (macaxeira, frutas).




Atendendo pedidos, divulgo os NOVOS preços de referência do PAA no Amazonas

Essa  tabela está disponível no link http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/17_04_18_09_29_05_tabela_de_precos_paa-conab_sureg_am-2017.pdf

Maiores informações no telefone 3182.2406

terça-feira, 25 de abril de 2017

"Novas mudanças na Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP)" - Artigo do Jornal do Commercio




CEDRS tem reunião bem prestigiada

O bom público na reunião de hoje (25) do CEDRS certamente já é reflexo da presença permanente do secretário CASARA. A AQUAM (Associação dos Aquicultores Independentes do Amazonas) teve o pedido de entrada no CEDRS aprovado por unanimidade. Outra fato muito bom de hoje, foi ver o amigo Almir Carvalhal ativo no CONSELHO que tem sua cara pelo vasto conhecimento desse tipo de fórum, pelos inúmeros bons serviços prestados aos conselheiros e ao Amazonas.

Casara tem atitude elogiável durante reunião do CEDRS

Não registrei no momento da reunião do CEDRS de hoje (25), como alguns fizeram, mas faço neste momento. Pela segunda vez, fato quase inédito (acho que o Bolacha fez algumas vezes), um secretário de Produção Rural, ou seja, o comandante do Sistema SEPROR permanece do início ao fim durante a reunião do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável - CEDRS. Essa atitude do Casara estimula os parceiros, encurta e acelera as soluções, aprofunda o conhecimento dos problemas de setor agropecuário, assim como renova as esperanças de que o papel do CEDRS será cumprido. Todos que acompanham as minhas postagens sabem que sempre apresento críticas construtivas ao governo Melo, mas também sei reconhecer os acertos. E assim continuarei, ou seja, batendo palmas para os acertos, mas criticando o que entendo como erros, descasos e enrolação. Portanto, diante do que aconteceu no encontro de hoje do CEDRS, jamais poderia deixar de parabenizar o Casara

Impactos dos Agrotóxicos em debate no MPF/AM

Nesta terça (25), no auditório do MPF/AM, aconteceu a terceira reunião de 2017 do Fórum Amazonense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos sob a coordenação do Dr. Rafael Rocha. Em pauta, as novas OCS (Careiro da Várzea e Iranduba), o andamento do PAA/CDS de produtos orgânicos, a definição da logomarca do Fórum, andamento do TCT entre ADAF e CREA, Diagnóstico dos Agrotóxicos no AM, documento recebido do ministro do Meio Ambiente, programação da Semana do Meio Ambiente, entre outros. 


Presentes a CONAB, ADAF, FVS, SEMSA, CAAMA/ALEAM, IDAM, SLOW FOOD BRASIL, SEMA, ARAM, INCRA, FAEA, UFAM, IDAM/REMA e MPF. Tem órgãos públicos e, também, entidades da sociedade civil que devem priorizar esse novo ambiente de discussão que tem, entre os inúmeros objetivos, acompanhar para que a produção convencional atenda fielmente a legislação e, também, que a produção orgânica possa avançar.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Opinião de Osiris Silva sobre notícia publicada no THOMAZ RURAL

Comentário do Osiris a respeito da seguinte postagem http://thomazrural.blogspot.com.br/2017/03/ate-agora-nao-entendi-esse-auditorio.html
Casara me disse que o evento não foi organizado pela SEPROR, mas pelo INCRA. E que ele, Casara, foi chamado de última hora. 

Sebrae/AM lança a Cartilha do Microempreendedor Individual Versão NHEENGATU - Etnia BANIWA.

Para acessar a cartilha clique em http://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/UFs/AM/Banner/Cartilha%20Mei%20-%20Upurakiwa%20Ipessua.pdf

FNDE lança concurso para premiar boas práticas de agricultura familiar

Com o objetivo de incentivar e valorizar experiências exitosas da agricultura familiar no ambiente escolar, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação, lança o concurso Boas Práticas de Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar. Trata-se de um processo seletivo que vai reconhecer as melhores ações desenvolvidas nos estados e municípios brasileiros.
O concurso, que faz parte das comemorações pelos 62 anos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), vai escolher 25 práticas de sucesso, que farão parte de um caderno especial a ser lançado pelo FNDE em outubro de 2017.

domingo, 23 de abril de 2017

Veja se o seu MUNICÍPIO comprou da AGRICULTURA FAMILIAR

Esses dados estão disponíveis no site do FNDE, e foram atualizados no último dia 30//03/2017. A sociedade precisa cobrar o cumprimento da Lei 11.947/09 que obriga a compra de, no mínimo, 30% diretamente da agricultura familiar. Veja na relação, abaixo, se o seu município cumpriu em 2015, e cobre se já está comprando no corrente ano. Nessa modalidade, o agricultor familiar com DAP pode vender até R$ 20 mil por ENTIDADE EXECUTORA, ou seja, pode vender para a área de educação do município e do ESTADO (SEDUC).






"Mel leva desenvolvimento ao interior" - Jornal do Commercio/AM

Para acessar o conteúdo dessa notícia basta acessar o www.jcam.com.br
Qualquer dificuldade estarei a disposição para ajudar....

(Guaraná) - Projeto liderado pela EMBRAPA continua avançando...

Matéria publicada no Jornal do Commercio/AM, edição de 19.04.2017

sábado, 22 de abril de 2017

IFAM completa 76 anos com ausências injustificáveis. O que houve?

Acreditava que o setor primário do Amazonas fosse ter presença mais forte no evento que comemorou os 76 anos do IFAM. Só vi a CONAB, IDAM e FAEA prestigiando esse INSTITUTO que tem papel fundamental no desenvolvimento agropecuário do Amazonas. Da ALEAM, apenas o deputado Sidney Leite. 



IFAM presta justa homenagem ao produtor BENTO DA SILVA DE OLIVEIRA

O produtor rural BENTO DA SILVA DE OLIVEIRA, do Novo Remanso, falecido recentemente,  foi homenageado durante a solenidade comemorativa aos 76 anos do IFAM pelos relevantes serviços prestados à Educação Profissional no Amazonas. O irmão do Bento recebeu a placa e o diploma.

Conheça a pauta da próxima reunião do FÓRUM que debate o uso de AGROTÓXICOS no AM

O item 5 da pauta da próxima reunião do Fórum Amazonense de Combate aos Impactos no uso dos Agrotóxicos pretende avaliar o andamento do TCT assinado entre a ADAF e CREA que envolve o Receituário Agronômico. A imagem, acima, registra o momento da assinatura do TCT.

Veja, abaixo, a pauta completa da reunião da próxima terça (25)

Prezado (a) Sr. (a),

Estamos convocando para a terceira reunião do corrente ano do Fórum Amazonense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos, que acontecerá no dia 25 de abril de 2017 (terça-feira), às 14h, no Ministério Público Federal, Av. André Araújo, Aleixo, em Manaus, com a seguinte pauta:
 
1) Logomarca do FÓRUM;
2) Apresentação das novos OCS pela REMA, MAPA/SFA e IDAM (Careiro da Várzea e Iranduba);
3) Andamento sobre o evento que vai tratar do "Diagnóstico do uso de agrotóxicos no AM";
4) Andamento das compras públicas do PAA/CDS de produtos orgânicos da APOAM e do RIO PRETO DA EVA;
5) Andamento do TCT assinado entre ADAF e CREA;
6) Andamento dos trabalhas nas três comissões criadas no âmbito do FÓRUM;

 
Atenciosamente,
 
Rafael da Silva Rocha
Procurador da República
Coordenador Adjunto do Fórum

Mais de 15 dias, e nada do anuncio do pagamento ao JUTICULTOR

Já completamos mais de 15 dias da reunião que aconteceu na ULBRA sob o comando do secretário CASARA (foto abaixo). Nesse encontro, a cadeia produtiva ficou sabendo que o subsídio estadual ao juticultor seria pago, e que o anuncio pelo governador não iria demorar. Contudo, como já disse, já temos mais de 15 dias. Fico na torcida para que o Casara convença o governador José Melo, mas pela demora já é possível perceber que esse convencimento deve estar encontrando resistências. Falar em NOVA MATRIZ devendo o juticultor e seringueiro não é um bom início. Vamos continuar acompanhando, lembrando que já completamos TRES ANOS de atraso. É bom ressaltar que o subsídio ao seringueiro não comentado nesse encontro, apenas o do juticultor.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Só o cooperativismo de crédito salva o financiamento no Amazonas

Essa matéria do JC, da Tanair Maria, mostra, mais uma vez, o inaceitável desempenho do Amazonas no acesso ao crédito rural. Também mostra, inclusive é o título da manchete, que somente o cooperativismo de crédito pode solucionar esse grave entrave no Amazonas. Esperar pela sensibilidade social dos agentes operadores (BB, BASA e CAIXA) com o interior do Amazonas é acreditar no impossível. Prova disso é o fechamento da agência do BASA de Carauari. Há anos, o ex-presidente da OCB/AM, Petrucio Magalhães Jr., já me dizia que o cooperativismo de crédito seria o caminho. Ele tinha razão!

Conab recebe a visita de ENVIRA

O vice prefeito de Envira, Sr Joandre Mendes, o Secretário de Produção Rural, Sr Joan Lima, e o consultor do Sebrae, Sr Jefferson, visitaram a Conab/AM, oportunidade em que receberam esclarecimentos sobre a operacionalização da PGPM-Bio e PAA dos servidores Serafim e Emanuel.  O município de Envira precisa resgatar seu forte passado agrícola. O "Regatão Social", implementado na gestão do Rômulo, inclusive premiado nacionalmente, é uma ideia interessante e, com alguns ajustes, pode ainda ser interessante a vários municípios do Amazonas. Hoje, em Carauari, outra ação de sucesso é o projeto "Comércio Ribeirinho da Cidadania e Solidário". É mais um exemplo a ser copiado por outros municípios.
Fonte: facebook do Serafim

Uma boa notícia, mas de difícil aplicação no Amazonas - Artigo JC/Thomaz